Conheça as vantagens de correr no frio e voe baixo nos treinos

veja como correr no frio pode te ajudar a ser um correr melhor

O inverno, ao menos no Brasil, é a estação do ano quando seu objetivo é realizar uma atividade física ou treino de corrida visando um melhor rendimento. Fatores como mais energia e menor desgaste fazem muita diferença no rendimento. Não à toa, todos os recordes nessa modalidade acontecem em temperaturas frias. Porém, correr no frio exige vencer a preguiça e a vontade de ficar em casa debaixo de um cobertor quente. Principalmente entre corredores que estão começando agora. Pensando nisso, separamos as maiores vantagens de vencer o frio e encarar o treino. Confira!

Para os amantes do esporte, treino é treino, e questões climáticas como o frio não são nenhum empecilho. Já para quem corre ou faz outro tipo de exercício físico pensando na questão saúde, sabe da importância da manutenção da atividade física também em climas mais frios, inclusive porque a tendência de comer mais aumenta.

Mas até para quem gosta de correr, encarar uma manhã ou noite gelada não é fácil. Diversos corredores, apesar dos benefícios que a corrida no frio pode trazer, tem dificuldade para “entrar” no ritmo adequado. Imagine então corredores iniciantes, que ainda estão lutando para incorporar essa atividade em sua rotina.

E para dar aquele impulso que você precisa para não faltar nos treinos, separamos as principais vantagens de correr no inverno. Assim, você terá ainda mais ânimo para realizar a atividade! Confira:

Correr no frio melhora a resistência

Um dos grandes diferenciais de correr em temperaturas mais amenas é que a prática vai te ajudar a melhorar a resistência, fortalecendo, inclusive, a musculatura. De forma geral, você vai conseguir melhorar, bastante, o condicionamento físico.

Mas não é só isso. Você também terá mais satisfação em realizar a atividade, uma vez que a transpiração diminui bem nas baixas temperaturas. Em outras palavras, você suará menos, deixando o exercício ainda mais agradável.

Porém, para que isso aconteça, é muito importante que esteja com a vestimenta correta para treinos de corrida nesse clima. O uso de manguito, segunda pele ou mesmo gorro ajudam bastante e são itens que não pesam no corpo após você estar aquecido.

Intensifica a perda de calorias

Outro ponto vantajoso de correr no frio é a questão da queima de calorias. A prática de atividades físicas no inverno faz com que o seu corpo necessite de mais energia para se aquecer, aumentando, assim, o seu metabolismo.

Isso significa que o seu organismo está gastando mais calorias, fator que ajuda a eliminar aqueles quilinhos extras indesejados. Mas, lembre-se de que é necessário também apostar em uma alimentação equilibrada, que proporcione o devido pique para correr.

Combate o mau humor

Sim, você pode alegar que ter que acordar cedo ou sair cansado do trabalho para correr no frio te deixa com um baita mau humor.

Porém, assim que o treino começa, isso vai embora e trás diversos benefícios. Você sabia que a exposição do corpo à luz do sol promove a produção de dopamina, serotonina e melatonina pelo organismo, o que interfere positivamente no humor, e ajuda a combater problemas como a depressão, por exemplo?

Além disso, ao praticar esportes, o seu corpo também produz endorfina, que é responsável por promover o bem-estar. Por isso, é importante realizar regularmente alguns exercícios físicos — independentemente de quais sejam.

Caso você seja uma pessoa com muita dificuldade em treinar no frio, buscar um espaço fechado e correr na esteira pode ser mais adequado, pois te proporciona um maior controle da temperatura, permitindo focar no treino.

Atenção aos cuidados necessários

veja as vantagens de correr no frio

Evite correr no frio em horários secos e beba água

Não há dúvidas que correr no inverno é altamente vantajoso. Entretanto, para obter o resultado esperado é preciso ficar atento em relação à certas questões.

Tenha em mente, nesse aspecto, que o mais recomendado é se exercitar antes das 9h ou depois da 17h, evitando, assim, as massas de ar seco. Principalmente em cidades mais populosas e se for correr na rua, pois a poluição acaba afetando um pouco mais você.

Além do mais, é fundamental manter-se sempre hidratado. Durante o clima mais gelado, é natural sentir menos vontade de beber água. Isso acontece porque, no intuito de se proteger do frio, o corpo leva mais sangue para a região central, dando a falsa sensação para o cérebro que você você está com um grande volume de líquido e, consequentemente, hidratado. Por isso, não deixe esse aspecto de lado.

Não pule o aquecimento

Outro ponto muito importante diz respeito ao aquecimento, que deve sempre ser feito antes de iniciar a corrida. Em temperaturas mais baixas, o ideal é aumentar o tempo dedicado a essa parte do exercício. Idem em relação ao alongamento.

Um dica importante é tanto aquecer quanto alongar em lugares fechados e com o clima mais ameno. Isso irá ajudar você não apenas a se concentrar, bem como evita o músculo a se contrair em momentos inadequados para se proteger do frio, o que pode inclusive causar lesões.

Vale destacar, também, a importância de evoluir gradativamente a intensidade da corrida. Esse simples cuidado pode prevenir problemas — uma vez que a sua musculatura estará mais preparada.

O frio não é justificativa para ter uma vida sedentária — até porque o tempo mais ameno oferece diversas vantagens à prática de exercícios. Não se esqueça, ainda, de que o esporte pode ajudar a aliviar as tensões do dia a dia, contribuindo com a manutenção de uma rotina mais harmoniosa.

Agora, é a sua vez. Conte para nós porque você gosta (ou não) de correr no frio! Entre as vantagens de correr no inverno, que te motiva mais? Compartilhe conosco a sua opinião!

Compartilhe com um parceiro de corrida!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Você pode gostar também

Cadastre-se e receba dicas do mundo da corrida

Deixe seu comentário

Treinamento de corrida

Baixe grátis nossos materiais