Motivação para correr: descubra 6 dicas infalíveis

Motivação para correr em 6 dicas

Para grande parte da população, a atividade física é feita de começos e recomeços. Mas por ser uma atividade mais fácil de praticar, muitos acreditam que ter motivação para correr não é tão difícil. Porém, isso é um erro. E para ajudar aqueles corredores ou iniciantes na modalidade, que estão “penando” para colocar a corrida na rotina, separamos 6 dicas infalíveis.

Quem nunca viveu essa experiência alguma vez: acordar bem cedo, tomar um café, criar coragem e colocar o tênis para correr. Outros buscam tirar forças para, mesmo após uma jornada de trabalho estressante ao longo de todo o dia, não faltar no treino e encarar a esteira ou o parque / rua.

Nesses momentos, todo corredor gostaria de ter motivação para não faltar no treino e manter sua planilha de corrida 100%.

Mas será que existe algum segredo? Como é possível certas pessoas terem tanta dificuldade para se disciplinarem enquanto outros se saem tão bem?

Claro que fatores como histórico de treino, propósito para correr e uma logística favorável contam – e muito. Mas a resposta é: SIM!! Existem segredos e estratégias que todos podem usar para terem mais disciplina.

Nessa matéria, separamos 6 dicas infalíveis para criar motivação para correr, seja você iniciante ou um corredor experiente em retomada. Confira agora!

1. ESQUEÇA a motivação para correr

Sim. Pode parecer contraditório, mas pessoas que treinam de forma regular não o fazem por sentirem-se motivadas, e sim porque a disciplina foi incorporada.

Essa condição se dá geralmente por três motivos: propósito e resultado.

O propósito é responsável por mudanças profundas em nossa rotina. Perder peso para entrar no vestido de casamento, começar a correr para evitar certas doenças quando se está sob risco, treinar para uma competição que sempre sonhou fazer… todos são gatilhos que ajudam a dar foco nos treinos.

O resultado também é outro componente  que impacta de forma muito positiva para manter a regularidade. Quando se alcança certos números num programa de treino, isso naturalmente ajudará na manter o pique e evitar faltas.

2. Procure treinar pela manhã

Com a modernização do mercado de trabalho, a rotina de forma geral está muito mais flexível. Isso quer dizer que aquele modelo de bater cartão, ou se desligar completamente do trabalho aos finais de semana, será cada vez mais raro.

Nesse cenário, deixar para correr no fim do expediente pode acabar não sendo possível e impactar em sua ausência. Por isso, se houver a possibilidade, treine pela manhã, pois além de ajudar a começar o dia mais “ligado”, contribuirá para um menor número de faltas.

Também vale ressaltar que dificilmente se acorda com motivação para correr. A sensação de estar pronto vem ao longo do ritual que antecede a corrida. Pode ser enquanto toma café, se aquece, ou está no carro ouvindo uma música até chegar no seu parque preferido.

3. Siga perfis com dicas motivacionais

Pessoas inspiram pessoas e são um dos gatilhos mais poderosos para criar motivação para correr. Por isso, procure se informar com amigos ou mesmo com profissionais da área quais perfis nas redes sociais são interessantes para seguir.

como a motivação para correr pode impactar a disciplina

Ao escolher algumas opções, leve em consideração não apenas a afinidade com a corrida, bem como o jeito de ser e a credibilidade da fonte. Se você é uma pessoa mais tímida, dificilmente se identificará com um canal com muitas brincadeiras e linguagem muito impactante. E vice versa.

O importante é seguir opções que mexam com você, influenciando na aplicação prática de sua rotina.

4. Tenha orientação especializada

A motivação para correr nunca virá apenas de uma fonte. Terão dias onde seus amigos serão o impulso para treinar. Em outros, uma frase ou mensagem que viu / recebeu. Independente dos casos, o treinador de corrida tem que fazer parte desse “pacote”.

Elaboração de um treino específico, dar motivação para destacar seus avanços, ou mesmo aquela bronca quando estiver faltando muito nos treinos. Um apoio especializado, seja via Personal ou assessoria esportiva, te dará grande motivação para correr e parâmetros sobre onde pode chegar.

5. Quer motivação para correr? Faça avaliações regulares

O fator motivacional para treinar, como explicado anteriormente, sempre passará pela busca de metas. O grande problema é quando a mesma ainda está muito distante, ou não existe avaliações periódicas para acompanhar o quão próximo está do objetivo.

Por isso, realizar testes que indicam seus resultados, além de ajudar em ajustes na programação, contribui para que se comprometa com o resultado. Evitar se pesar ou fazer avaliações com medo das informações é mais comum do que se imagina. Se cobrar, se comprometer, ajudará muito na motivação para correr.

6. Faça sempre a mudança POR VOCÊ

A forma como vivemos hoje deixa nossa rotina muito mais exposta, não apenas porque as pessoas querem acompanhar o que você faz, bem como são criados diversos modelos de corpo ideal ou estilo de vida.

EVITE a qualquer custo se guiar por isso.

A motivação para fazer qualquer outra atividade deve partir de você. Inspirações são sempre bem vindas, mas elas devem fazer parte de uma mudança que deseja realizar, e não para deixar pessoas – conhecidas ou não – mais felizes.

E você, está mais motivado para correr depois dessa matéria? Pretende colocar umas dessas 6 dicas em prática? Comente aqui para a gente e não deixe de acessar o site da Pacefit e conhecer nossos serviços.

Compartilhe com um parceiro de corrida!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Você pode gostar também

Cadastre-se e receba dicas do mundo da corrida

Deixe seu comentário

Treinamento de corrida

Baixe grátis nossos materiais