Como prevenir o ataque cardíaco em 5 passos

Veja como prevenir o ataque cardíaco

Infelizmente, é cada vez mais comum na população a ocorrência de algum tipo de mal súbito, tanto em pessoas sedentárias quanto esportistas. E dentre eles, os que têm relação com o coração são os mais perigosos pois podem ser fatais. Por isso, separamos 5 passos para prevenir o ataque cardíaco e que todo mundo deveria conhecer e aplicar em sua rotina

“Dinheiro não é nada sem saúde”. Quem nunca ouviu ou mesmo tem como mantra essa frase em sua vida, não é mesmo? De fato, é consenso que pessoas mais saudáveis reduzem a chance de desenvolver diversas doenças.

Mas o que é ser saudável?

Pode parecer uma pergunta boba, mas ela vai muito além de fazer exercício físico ou evitar o açúcar no cafezinho. Fatores nutricionais, hormonais e mentais fazem parte de todo esse equilíbrio. E com uma rotina cada vez mais desregulada, o número de ataques de coração ou situações de mal súbito vem aumentando muito nos últimos anos. Não à toa, é a maior causa de morteS no Brasil, segundo a Sociedade Brasileira de Cardiologia . O número é 2 VEZES maior do que o câncer, por exemplo.

Mas como prevenir o ataque cardíaco ou problemas que afetam seu coração?

Um mal súbito pode cometer até mesmo a pessoa mais saudável. Porém, é muito comum apontar uma exceção para justificar a regra e não se cuidar. Mas a verdade é que incorporamos em nossa rotina diversos fatores de risco que ajudam a aumentar o risco de um ataque cardíaco.

Para responder essa pergunta, separamos 5 passos que todo mundo deveria seguir para estar cada vez mais longe dessa estatística. Vamos conferir?

1. Quer prevenir o ataque cardíaco? Vá ao médico e faça exames com frequência

Infelizmente, o estopim de um ataque cardíaco está no maior problema que a área médica enfrenta: a falta de prevenção e acompanhamento da saúde por parte da população.

Por fatores culturais ou financeiros, ainda é muito pequena a fatia da população no Brasil (e em geral no mundo), que faz exames periódicos anuais em diversas áreas (cardíacas, hormonais, sanguíneas) para detectar se está com algum problema de saúde. O mais comum é procurar ajuda quando se tem algum sintoma.

Porém, não podemos esquecer que sentir alguma coisa errada em geral é a manifestação de um problema existente há algum tempo e não detectado. Por isso é tão importante anualmente passar por um “Check Up”, que nada mais é do que uma bateria de exames e avaliações que tem como objetivo checar a saúde de seu corpo. Ele ajudará a prevenir o ataque cardíaco e diversos outros problemas, principalmente de ordem neurológica ou cancerígena.

2. Pratique a caminhada ou a corrida

A atividade física ainda é a melhor forma de prevenção de doenças cardíacas e pilar para uma vida saudável.

Um ponto importante que é necessário entender: quando seu corpo está funcionando de forma equilibrada, ele só oferece aquilo que você precisa… e usa. Logo, se você é sedentário, vive cansado, e relata que esse é o motivo para não fazer atividade física, infelizmente tenho uma má notícia: isso só tende a piorar.

Apenas iniciando exercícios físicos regulares, o corpo começará a produzir energia à disposição, não apenas para que possa aguentar uma sessão de treinos, mas também encare com motivação a rotina do dia a dia.

Mas por que a caminhada e a corrida?

Porque são atividades que podem ser realizadas em qualquer lugar , como parques, praças, academias ou mesmo treinando pelas ruas. Além disso, elas mexem diretamente com o nosso coração, deixando-o mais forte e aumentando sua capacidade de bombear sangue para o corpo, diminuindo muito o risco de um ataque cardíaco.

Porém, é fundamental que não se faça a caminhada ou a corrida de qualquer jeito. Buscar orientação especializada é a melhor forma de ter um programa específico para você e suas necessidades.

3. Reduza os fatores de risco

Grande parte da nossas escolhas e preferências são decorrentes do hábito. Bons ou ruins. É comum pessoas com hábitos sedentários imaginarem ser um martírio fazer atividade física.

Veja como hábitos saudáveis ajudarão a evitar problemas no coração

Da mesma forma, pessoas muito ativas fisicamente e que se preocupam não apenas em treinar, mas também com a alimentação e o descanso, provavelmente estarão muito piores do que um boêmio nato após uma noite de bebedeira.

Tudo isso em função do hábito.

Reduzir ou eliminar hábitos ruins como excesso de álcool, alimentos gordurosos e o tabagismo são fundamentais para prevenir o ataque cardíaco. Não podemos esquecer que não apenas essas opções são ruins para seu organismo, como podem causar dependência.

Num primeiro momento, não será fácil. Mas depois que seu corpo se adaptar a essa escolha, você terá outra saúde e disposição para sua rotina.

4. Evite situações de estresse

Infelizmente, o estresse sempre estará presente em nossa rotina, e seria ilusão imaginar que basta “girar uma chavinha” e ele some. Porém, também é correto afirmar que muitas vezes buscamos de certa forma situações de tensão que contribuem para problemas de saúde.

Situações de estresse estão entre as maiores causas de um ataque cardíaco. Por isso, procure se antecipar ao problema e, dentro do possível, evitar situações que você já sabe previamente que serão estressantes, pois não escaparemos de todas.

Outro ponto também é não apenas evitar, mas saber lidar melhor com essas situações. Trabalhar a parte mental, através de meditação ou mesmo ajuda psicológica, podem evitar que seu coração seja colocado em prova frequentemente.

5. Quer prevenir o ataque cardíaco? Encontre o equilíbrio entre vida pessoal e profissional

Tema pouco falado abertamente, a gangorra entre a vida pessoal e profissional afeta muito a saúde de qualquer um. Empregos tóxicos, que colocam grande carga de estresse, além de horas intermináveis de trabalham, costumam gerar a bola de neve que impacta na alimentação desregrada e na falta de tempo para treinar.

Nem sempre temos condições de escolher onde trabalhar, mas definitivamente um bom emprego é aquele não apenas onde você é produtivo, mas permite – e estimula – uma vida equilibrada, com tempo para produzir, descansar e cuidar da saúde.

Viu como prevenir o ataque cardíaco pode ser menos difícil do que imagina? E você, já passou por esse problema e hoje tem uma rotina bem mais saudável e controlada? Compartilhe com a gente

Compartilhe com um parceiro de corrida!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Você pode gostar também

Cadastre-se e receba dicas do mundo da corrida

Deixe seu comentário

Treinamento de corrida

Baixe grátis nossos materiais